Consultor Jurídico - 04 julho 2006

 

Ordem na casa

Corregedoria cria grupo para agilizar ações de família

 

A Corregedoria-Geral de Justiça de São Paulo acaba de criar uma comissão especial de desembargadores estudiosos do Direito de Família para encontrar soluções e abreviar o andamento de processos nessa área. A idéia do corregedor-geral, Gilberto Passos de Freitas, é resolver o acúmulo de processos derivado da centralização dos casos, antes distribuídos por todas as varas do estado, em varas especializadas.

O primeiro passo, explica o assessor da corregedoria e secretário da nova comissão, juiz Augusto Drummond Lepage, é identificar os problemas e entraves no interior e, a partir das soluções desenvolvidas, aprimorar os procedimentos em todas as comarcas. “A idéia básica é a de simplificar os gargalos do sistema para imprimir celeridade e eficiência no processo”, explica.

Os integrantes da comissão são magistrados com grande experiência nas varas de Família e com domínio dos meandros do Código Civil. Além de aperfeiçoar métodos, pretende-se socorrer as unidades mais desaparelhadas com o apoio necessário para atingir os objetivos definidos.

Integram a comissão os desembargadores Antonio Carlos Mathias Coltro, Ariovaldo Santini Teodoro, Carlos Augusto de Santi Ribeiro, Carlos Teixeira Leite Filho, Enio Zuliani, José Roberto Bedran e Thales Estanislau do Amaral Sobrinho.

 

Fonte:

 

VOLTAR